Páginas

domingo, 29 de março de 2009

Aceita um cafézinho?

Eu adoro café. Sou dependente da cafeína - aquele tipo de pessoa que, quando não toma a bebida, fica com dor de cabeça ao ponto de ter que recorrer a remédios. E pra mim não tem hora no dia pra tomar café: pela manhã é bom porque acorda, à tarde é perfeito para uma pausa e à noite... bem, não costuma tirar meu sono, então não tenho problemas com isso.

Gosto muito de apreciar o sabor e o aroma do café, nem precisa estar acompanhado de uma comidinha. Pensando nisso, resolvi postar aqui algumas cafeterias de rede em São Paulo que costumo frequentar. Rendem ótimos cafés, ótimas comidinhas e um momento agradável. Não tenha medo de pedir cafés incrementados, experimente inclusive as bebidas geladas. São novas maneiras de apreciar o tão brasileiro cafézinho.

Starbucks
A rede americada chegou há cerca de um ano no Brasil e já conquistou clientes fieis. Nos arredores de cada unidade, pessoas carregam os copos de papel que são característica da rede. Para mim, o ponto forte é o tratamento individualizado. Seu nome vem escrito no seu copo - e isso é um charme, juntamente com os sofás no seu ambiente à meia luz. O expresso deixa a desejar, as melhores opções do Starbucks mesclam leite e cremes. A rede tem várias opções de bebidas, inclusive chás, e algumas comidinhas requintadas como quiches, muffins doces e salgados, pães e croissants. Você pode adicionar mais leite, açúcar, café ou chocolate após a bebida ser entregue.
Sugestão: Café Mocha (mocha chocolate, espresso, leite vaporizado e chantilly)


Gabriela e Mariana

Meu café mocha com pão-de-queijo de quinta-feira, com a Mari.
Reparem os nomes nos copos!

Fran's Café
Meu preferido! Essa rede bauruense tem todo o charme de suas cafeterias ambientadas. O expresso é perfeito, marcado e com sabor intenso. Existem cafeterias em diversos lugares da cidade, mas eu aprecio a da Fnac da Paulista. Um livro ao lado de um bom café é uma ótima pedida de programa paulistano! Há 35 anos no mercado, tem um menu extenso de expressos e bebidas geladas. Também oferece pães, toasts e sanduíches que têm um quê de caseiro, e isso me encanta. Dispõe de diversas opções light.
Sugestão: café macadâmia (expresso, leite e syrup de macadâmia)

Mc Café
Parte da mundialmente famosa rede Mac Donalds, foi inaugurada nos EUA pelo costume que os norte-americanos têm de sair de casa para tomar café. Aqui no Brasil, chegou há cerca de três anos mantendo alguns elementos de seu cardápio gringo, como sanduíches com ovos e bacon. Ainda bem que criou algumas opções bem brasileiras, como o pão na chapa, porque senão eu acho que não iria vingar. Mas, sinceramente, dispense essas comidinhas nada saudáveis e escolha um café gelado - são os melhores, na minha opinião, além de virem em copos de vidro charmosos. As cafeterias oferecem um espaço diferente daquele da lanchonete, mais acolhedor e sóbrio. Oferecem jornais e revistas para leitura gratuita - ponto pra eles.
Sugestão: Frapuccinos (leite gelado, creme, expresso e chocolate)

6 comentários:

gabism disse...

Escrever isso me deu água na boca. Sério.

BibizBiz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BibizBiz disse...

Detesto café rsrs , mais adorei o seu blog.
Olha se tu falasse de vinho , eu aceitaria na hora.

Beijinhoss ;*

http://bibiels.blogspot.com/

Jonathan Flexa disse...

Tbm tomo mt café. Todos os dias, pelo menos 2, desde o tempo do colégio. Ao contrário do que dizem, é ótimo pra dormir, bastante relaxante pra mim.

Rodrigo Rainho disse...

Gostei do seu blog. É importante salientar que marketing nem sempre reflete um bom café. Estive na unidade do Starbucks da Alameda Santos e me decepcionei com o café descafeinado. Paguei quase R$ 5 por um café comum, tipo brasileiro, e ainda sofri para tomar aquele copo de 300 ml, de tão ruim que era o grão. A bebida americana original que tomei em uma padaria de Miami é bem melhor. Mas no fundo no fundo, o nosso coffee é imbatível!

Rodrigo Rainho disse...

Gostei do seu blog. É importante salientar que marketing nem sempre reflete um bom café. Estive na unidade do Starbucks da Alameda Santos e me decepcionei com o café descafeinado. Paguei quase R$ 5 por um café comum, tipo brasileiro, e ainda sofri para tomar aquele copo de 300 ml, de tão ruim que era o grão. A bebida americana original que tomei em uma padaria de Miami é bem melhor. Mas no fundo no fundo, o nosso coffee é imbatível!